Press "Enter" to skip to content

MOMENTOS DE ORAÇÃO DIA 20

O EVANGELHO DA CRIAÇÃO

Refrão: Deus vos salve, Deus!

Deus vos salve, Deus!

Deus salve esta casa

Onde mora Deus

…vos salve, Deus

Deus vos salve, Deus!

Deus salve as pessoas

Onde mora Deus

…vos salve, Deus!

Deus vos salve, Deus!

Deus salve o universo

Onde mora Deus

Acendimento da Luz pascal: Bendito sejais, ó Ressuscitado, luz eterna que renovais hoje e sempre a criação inteira.

1. Abertura

– Verdadeiramente ressurgiu Jesus, (bis)

Catemos aleluia! Resplandece a luz! (bis)

– Se amor por nós firme para sempre, (bis)

Sua fidelidade dura eternamente! (bis)

– Seu divino sopro, vida, redenção, (bis)

Vem recriar o mundo, nova criação! (bis)

– Glória ao Pai, ao Filho e ao Santo Espírito, (bis)

Glória à Trindade Santa, glória ao Deus bendito! (bis)

– Paz e bem, irmãs, Paz e bem, irmãos! (bis)

Com todo o universo a Deus louvação (bis)

2. Recordação da vida

D.: São Francisco, fiel à Sagrada Escritura, propõe-nos reconhecer a natureza como um livro esplêndido, onde Deus nos fala e transmite algo da sua beleza e bondade: “Na grandeza e na beleza das criaturas, contempla-se, por analogia, o seu Criador” (Sab 13,5) e “o que é invisível n’Ele – o seu eterno poder e divindade – tornou-se visível à inteligência, desde a criação do mundo, nas suas obras” (Rm 1,20). Por isso, Francisco pedia que, no convento, se deixasse sempre uma parte do horto por cultivar, para aí crescerem as ervas silvestres, a fim de que, quem as admirasse, pudesse elevar o seu pensamento a Deus, autor de tanta beleza. O mundo é algo mais do que um problema a resolver; é um mistério gozoso que contemplamos na alegria e no louvor (LS 12).

3. Salmo 66 (65) (CD liturgia XV, faixa 13)

L. Os salmos convidam, frequentemente, ao ser humano a louvar a Deus criador e convidam também as outras criaturas a louvá-Lo. Existimos não só pelo poder de Deus, mas também na sua presença e companhia. Por isso, O adoramos (cf. LS 72).

Louvai a Deus, aleluia,

São grandes suas obras, aleluia.

– Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira,

cantai salmos a seu nome glorioso,

– dai a Deus a mais sublime louvação!

Dizei a Deus: “como são grandes vossas obras!”

– “Pela grandeza e poder de vossa força,

vossos próprios inimigos vos bajulam,

– Toda a terra vos adore com respeito

e proclame o louvor de vosso nome!”

– Vinde ver todas as obras do Senhor:

seus prodígios estupendos entre os povos!

– O mar ele mudou em terra firme,

e passaram pelo rio a pé enxuto.

– Exultemos de alegria no Senhor!

Ele domina para sempre com poder,

– e seus olhos estão fixos sobre os povos:

Que os rebeldes não se elevem contra ele!

– Nações, glorificai ao nosso Deus,

anunciai em alta voz o seu louvor!

– É ele quem dá vida à nossa vida,

e não permite que vacilem nossos pés.

– Na verdade, ó Senhor, vós nos provastes,

nos depurastes pelo fogo como a prata,

– Fizeste-nos cair numa armadilha,

permitistes aos estranhos oprimir-nos.

– Nós passamos pela água e pelo fogo,

mas finalmente vós nos destes um alívio!

– E cumprirei todos os votos que vos fiz,

as promessas que meus lábios vos fizeram.

– Todos vós que a Deus temeis, vinde escutar:

Vou contar-vos todo bem que ele me fez!

– Quando a ele o meu grito se elevou,

já havia gratidão em minha boca!

– Se eu guardasse planos maus no coração, o Senhor não me teria ouvido a voz.

– Entretanto, o Senhor quis atender-me

e deu ouvidos ao clamor da minha prece.

– Bendito seja o Senhor Deus que me escutou,

não rejeitou minha oração e meu clamor,

– nem afastou de mim o seu amor!

Bendito seja o nosso Deus, bendito seja!

4. Palavra de Deus: Jó 112,7-10

L.: Pergunte aos animais, que eles instruirão você. Pergunte às aves do céu, que elas o informarão. Pergunte aos répteis do chão, que eles lhe darão lições. Os peixes do mar lhe contarão tudo isso. Entre todos esses seres, quem não sabe que foi a mão de Javé que fez tudo isso? Nas mãos dele está a vida de todos os viventes e a respiração de todo ser humano.

D. Se tivermos presente a complexidade da crise ecológica e suas múltiplas causas, deveremos reconhecer que as soluções não podem vir de uma única maneira de interpretar e transformar a realidade. É necessário recorrer também às diversas riquezas culturais dos povos, à arte e à poesia, à vida interior e à espiritualidade. Se quisermos, de verdade, construir uma ecologia que nos permita reparar tudo o que temos destruído, então nenhum ramo das ciências e nenhuma forma de sabedoria pode ser trascurada, nem sequer a sabedoria religiosa com sua linguagem própria (LS 63).

5. Pai nosso

6. Oração: Nós vos louvamos, Pai, com todas as vossas criaturas, que saíram de vossa mão poderosa. São vossas e estão repletas da vossa presença e da vossa ternura. Vós que estais plenamente presente diante de cada ser humano e de cada criatura, mostrando-nos o caminho para superarmos a ansiedade doentia que nos torna superficiais, agressivos e consumistas desenfreados. Nós vos louvamos.

7. Compromisso: Como podemos viver uma espiritualidade ecológica à luz do carisma franciscano? Sugestões: Reler o capítulo com o mesmo título na Laudato Si’. Conhecer iniciativas e pensar práticas para meditar e anunciar o evangelho da Criação.

8. Bênção: Deus, ternura e compaixão, alimente a esperança e a alegria de tudo que existe.

Canto

Louvado sejas, meu Senhor,/ Por todas tuas criaturas!

//Pela palavra que dá vida/. nos sustenta e nos convida,/ para a terra preservar//